Legal Injustice in Taiwan: My Struggle for Fairness and Dignity

Injustiça Legal em Taiwan: Minha Luta por Justiça e Dignidade

A quem possa interessar,

Hoje foi o meu dia no tribunal, diante de três juízes, onde tentei explicar que já fui punido o suficiente e que isso é absolutamente injusto e ridículo, e todos sabem disso! Saberemos a punição que me aguarda no dia 10 de julho. Esta é apenas uma das maneiras pelas quais estou sendo processado; ainda há mais dois casos pendentes, e parece que não há fim à vista. É ridículo e doloroso para mim ver Taiwan me decepcionar de uma maneira tão estúpida e humilhante. Isso teve um impacto sobre mim, meu coração e meus sentimentos pelas pessoas e lugares que amo e mantenho tão próximos ao meu coração.

Estou tentando fazer com que o seguinte texto seja publicado e visível em tantos lugares quanto possível, devido ao nível de terror e trauma que experimentei por causa do meu ex-locador. Um tirano e uma pessoa horrível como esta nunca deveria ser permitido fazer o que fez comigo e continua a fazer. Não tenho absolutamente nenhum recurso legal. É uma realização humilhante e um remédio amargo de engolir quando considero todo o bem que acreditava que Taiwan tinha. No entanto, talvez quanto mais cedo isso for divulgado, mais cedo poderá ser corrigido.

Aprecio conselhos de escrita, mas simplesmente não sou capaz de fazer muito melhor do que o seguinte. Espero que um profissional escreva isso para mim, porque estou achando impossível separar minhas emoções disso. Espero que você possa apreciar que isso é muito difícil, considerando tudo, e se você ou alguém estiver interessado em ajudar a divulgar minha história, ou arranjar uma entrevista, online na minha sala de zoom ou de outra forma, por favor, não hesite em me contatar. As consultas podem ser feitas em rosscline.com/appointment e aqui está o texto que mais recentemente usei como carta aos três juízes que encontrarei esta manhã:

13 de junho de 2024

Excelentíssimos Juízes,

Estou escrevendo para compartilhar minha experiência de injustiça legal em Taiwan, na esperança de encontrar uma resolução e aumentar a conscientização.

Em 2019, publiquei meu contrato de aluguel online porque todos queriam ver onde meu locador havia quebrado o contrato. Apesar de removê-lo imediatamente e pedir desculpas publicamente e pessoalmente, fui acusado sob a Lei de Proteção de Dados Pessoais de Taiwan por expor informações privadas. Esta lei, embora bem-intencionada, foi aplicada injustamente contra mim.

Meu locador, que ignorou medidas básicas de segurança, como uma porta trancada corretamente, usou essa situação para iniciar uma batalha legal implacável contra mim. Apesar das minhas desculpas imediatas e conformidade, enfrentei ameaças, multas e um processo prolongado que impactou severamente minha saúde mental e esgotou meus recursos.

Pontos importantes:

  • Contrato de aluguel postado online; removido imediatamente.
  • Consegui pagar NT$28,000 por mês no auge do COVID-19.
  • Acusado sob a Lei de Proteção de Dados Pessoais.
  • Nenhum advogado ou assistência jurídica irá ajudar porque já passou do prazo de prescrição de 6 meses, apesar de uma infinidade de evidências em vídeo.
  • Passei por incontáveis audiências e apelações no tribunal, e até fui preso e colocado na cadeia várias vezes devido a uma delegacia de polícia não saber o que a outra tinha feito e desconsideração pelo impacto do colapso mental que isso teve sobre mim.
  • Descobri dois processos legais adicionais iniciados pelo locador, prolongando o processo e aumentando a tensão emocional e financeira. Não há fim à vista.

O tratamento dado a este caso pelo sistema judicial tem sido lento e tendencioso, ignorando minhas contribuições para Taiwan desde 2009 e a falta de intenção maliciosa em minhas ações. Ignorando o que qualquer pessoa logicamente pensante teria esperado. O comportamento agressivo do locador e os procedimentos prolongados do sistema causaram sofrimento desnecessário que se estendeu à minha família no Canadá. Minha mãe especialmente tem lutado enquanto escolho voltar para este país que amo.

Esta situação requer uma revisão de como a Lei de Proteção de Dados Pessoais é aplicada, garantindo que ela proteja preocupações genuínas de privacidade sem permitir litígios maliciosos. Apelo por empatia e compreensão, na esperança de uma resolução que restaure minha paz e dignidade. Considerando tudo, não posso imaginar qualquer compensação sendo concedida a ninguém além de mim, porque dizer que suportei sofrimento mental e emocional seria um eufemismo e todos sabem disso.

Atenciosamente,

Ross Cline 柯受恩
rosscline.com 
+886-975-474-889
iLearn.tw 
台灣台中市西屯區
大墩二十街118號5F-1 


Texto usado para o segundo documento em 18 de junho de 2024

 

Argumento Legal: Defesa Baseada no Artigo 311

A quem possa interessar:

Este documento apresenta uma defesa legal baseada nas disposições do Artigo 311 do Código Penal de Taiwan, abordando as alegações de difamação e insulto público feitas contra o Sr. Ross Cline. O contexto e as especificidades deste caso destacam a aplicabilidade do Artigo 311, particularmente as cláusulas relativas à autodefesa, autojustificação e proteção de interesse legal.

  1. Contexto e Antecedentes

    Em 2019, o Sr. Ross Cline carregou seu contrato de aluguel na internet. Esta ação foi tomada em resposta a inúmeros pedidos de provas das violações contratuais de seu locador. Apesar da remoção imediata do documento e das desculpas públicas e privadas, o Sr. Cline foi acusado sob a Lei de Proteção de Dados Pessoais. Seu locador, que não manteve medidas básicas de segurança, como uma porta trancada corretamente, iniciou uma longa batalha legal contra ele. Esta situação impactou gravemente a saúde mental do Sr. Cline e esgotou seus recursos.

  2. Fundamentos Legais para a Defesa: Artigo 311

    O Artigo 311 do Código Penal de Taiwan estipula que uma pessoa não deve ser punida por fazer uma declaração nas seguintes condições:

    1. Autodefesa
    2. Autojustificação
    3. Proteção de Interesse Legal
    4. Relatório de Funcionário Público
    5. Comentário Justo sobre Crítica Pública
    6. Relatório Justo sobre Processos Públicos

    As ações do Sr. Cline se enquadram claramente no escopo da autodefesa, autojustificação e proteção de interesse legal:

    • Autodefesa e Autojustificação: O Sr. Cline postou o contrato de aluguel para se defender contra o assédio contínuo e justificar suas reivindicações das violações contratuais do locador. A publicação foi uma resposta direta às demandas públicas por transparência nas disputas com seu locador.
    • Proteção de Interesse Legal: Ao postar o contrato, o Sr. Cline buscou proteger seus interesses legais. A publicação do contrato serviu como evidência para substanciar suas reivindicações e se defender contra as acusações injustas do locador. Sua intenção não era difamar, mas buscar uma resolução justa baseada em evidências factuais.
  3. Provas de Apoio

    • Remoção Imediata e Desculpas: O Sr. Cline prontamente removeu o contrato de aluguel e emitiu desculpas públicas e pessoais, demonstrando a falta de intenção maliciosa.
    • Pressão Financeira e Batalhas Legais: Apesar de enfrentar encargos financeiros significativos, incluindo pagar NT$28,000 por mês no auge do COVID-19, o Sr. Cline cumpriu os processos legais e suportou inúmeras audiências judiciais.
    • Falta de Suporte Legal: Nenhum advogado ou assistência jurídica estava disposto a ajudar o Sr. Cline devido ao prazo de prescrição, apesar das substanciais evidências em vídeo que apoiavam suas reivindicações.
  4. Apelo por Resolução

    O tratamento prolongado e tendencioso deste caso pelo sistema judicial ignorou as contribuições do Sr. Cline para Taiwan desde 2009 e a falta de intenção maliciosa em suas ações. As ações legais agressivas do locador e os procedimentos atrasados do sistema causaram sofrimento desnecessário que se estendeu à família do Sr. Cline no Canadá.

    Esta situação exige uma revisão de como a Lei de Proteção de Dados Pessoais é aplicada, garantindo que ela proteja preocupações genuínas de privacidade sem permitir litígios maliciosos. O Sr. Cline apela por empatia e compreensão, buscando uma resolução que restaure sua paz e dignidade. Dadas as circunstâncias, qualquer compensação deve logicamente ser concedida ao Sr. Cline, considerando o severo sofrimento mental e emocional que ele suportou.

  5. Conclusão

    Com base nas disposições do Artigo 311, as ações do Sr. Cline foram justificadas como autodefesa, autojustificação e proteção de interesse legal. As evidências indicam que ele agiu sem malícia e em resposta ao assédio contínuo e aos desafios legais. Portanto, o Sr. Cline não deve ser punido sob as acusações de difamação ou insulto público.

Atenciosamente,

Ross Cline 柯受恩
rosscline.com 
+886-975-474-889
iLearn.tw 
台灣台中市西屯區
大墩二十街118號5F-1 

 


Referências Legais:

  • Artigo 309: Insulto público
  • Artigo 310: Difamação
  • Artigo 311: Isenções por intenções de boa-fé
  • Artigo 312: Insultar ou difamar uma pessoa falecida
  • Artigo 313: Danos ao crédito através de rumores ou meios fraudulentos

    Ver Vídeos / Primeira Publicação

     

    Voltar para o blog

    Deixe um comentário

    Os comentários precisam ser aprovados antes da publicação.